Busque em todo o blog do Jornal de fato

Entre em contato conosco: defatojornal@gmail.com / 99209-9899

terça-feira, 13 de abril de 2010

Edição 111-Março/2010
Editorial

Acabou o BBB 10. Graças a Deus!!

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), os do Brasil inteiro e os milhares de Brumadinho, alguns, amigos muito queridos meus. Mas o BBB, e todo tipo de reality show, é o que de pior criou a televisão brasileira nos últimos 50 anos. E olha que tem muita porcaria por aí, em todos os canais!
Nesta edição, trazemos “uma crônica sobre o BBB”, “Uma vergonha”. Agora que o BBB 10 chegou ao fim, é um texto importante para que reflitamos sobre a TV brasileira, sobre seus programas e suas reais intenções. E mais: sobre o nosso papel diante do lixo que entra em nossas casas, como se nossos lares fossem “lixão”, ou aterro sanitário – outro assunto desta edição do de fato.    
O BBB 10 é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir/ver este programa ao lado dos filhos. Os personagens desse reality show – como se nossas vidas fossem esse lixo, esse “não-ter-o-que-fazer” - são chamados de “heróis” por Pedro Bial. Bial prometeu aos participantes do BBB um “zoológico humano divertido”. Zoológico?! É isso, estamos virando bichos, nos animalizando, deixando de ser humanos, nos distanciando de Deus?   
Quando lembro-me de quem é Pedro Bial, gostaria, eu também, de lhe perguntar como é ser apresentador desse tipo de coisa. Dormirá o apresentador, ao final de cada “programa”, tranqüilo com o que acabou de dizer para milhões e milhões de brasileiros? Eu também gostaria de lhe perguntar “se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.”
“Heróis”, Pedro Bial? Heróis são os centenas de brumadinenses que tomam o 3387 todo dia de manhã para “ralar” em BH;  heróis são nossos professores municipais, estaduais e particulares, enfrentando alunos cada vez mais difíceis de serem educados; heróis são os funcionários públicos municipais com seus salários de fome, pouca valorização e promessas de sobra; são nossos irmãos trabalhando muito e ganhando pouco para cuidarem de suas famílias. “Heróis são milhares de brasileiros que sequer têm um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir, e conseguem sobreviver a isso todo santo dia. Heróis são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.”
Heróis são os que se organizam e vão à luta, às vezes, contra tudo e contra todos!
O Big Brother Brasil é o lixo! É a propaganda subliminar. É a tentativa da TV brasileira de nos provar que ninguém tem direito à intimidade. Ora, a Constituição Federal, em seu artigo 5º, inc. X, nos dá uma das garantias mais importantes num mundo de globalização, de orkuts, twitters, facebooks, e toda sorte de exposição pública a que estamos submetidos: o direito à intimidade! Você acha bonito “dar uma espiadinha”? E no dia em que os outros acharem bonito “dar uma espiadinha” em você fazendo suas necessidades no seu banheiro, você vai achar bonito? E se seu vizinho resolver “dar uma espiadinha” em você, se trocando em seu quarto, com binóculos, você vai gostar? E se todo mundo resolver entrar no seu quarto sem bater, só para “dar uma espiadinha”, você vai gostar? Não é isso que o BBB ensina, que todo mundo pode – e deve - “dar uma espiadinha”?   
Ao invés de assistir ao BBB, que tal ir dormir? Pelo menos você não se submeterá a um programa que quer “destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construída nossa sociedade.”
Feliz Páscoa a todas e a todos!

Edição 111-Março/2010
IPTU
Prefeito volta atrás e quer reduzir imposto para condomínios
Na proposta, apenas moradores de Casa Branca terão redução; outros cidadãos ficam com o aumento que chega a mais de 600%

Diz o site www.portaldebrumadinho.com.br que “em Casa Branca tem crescido muito o número de condomínios e loteamentos no seu entorno, para servir de segunda residência para pessoas da classe média e alta de Belo Horizonte”. Ainda segundo o site, entre os condomínios mais importantes está o Quintas de Casa Branca. Outro condomínio citado é o Aldeia da Cachoeira das Pedras (onde residem o Secretário de Turismo de Brumadinho, Caio Júlio Rodrigues; e Maria Lúcia Videira Guedes, do Departamento de Cultura,  ambos do PV).
Depois de reajustar o IPTU em até mais de 600% no final do ano passado, o Prefeito Neném da ASA (PV) volta atrás e agora quer reduzir o imposto para moradores de condomínios fechados, “para pessoas da classe média e alta de Belo Horizonte”. Os condomínios são de Casa Branca, reduto do Partido Verde, a que o prefeito é filiado. São os condomínios Quintas de Casa Branca, Quintas da Boa Vista, Recanto da Serra I, Recanto da Serra II e Recanto da Serra III. A proposta consta do Projeto de Lei Complementar de nº1/2010, que está tramitando na Câmara Municipal.
Em mensagem enviada ao Legislativo, o Prefeito alega que “o projeto tem como escopo ajustar o valor do metro quadrado” nos condomínios “em razão da precariedade da infraestrutura em alguns locais e, em outros, da metragem dos imóveis superarem o padrão de 360 m2, chegando, como no caso de Casa Branca, a 5.000 m2”. O Prefeito, em sua mensagem aos vereadores, considera que os contribuintes desses condomínios foram onerados “sobremaneira”. Interessantemente, o prefeito Nenem da ASA (PV) não acha que os contribuintes do bairro Silva Prado, por exemplo, que tiveram reajuste de 400% em seu IPTU não foram onerados “sobremaneira”. E no Silva Prado, pelo que se sabe, não há “classe alta de Belo Horizonte” com “segunda residência”. O prefeito Nenem da ASA (PV) também não acha que os comerciantes do Centro de Brumadinho foram onerados “sobremaneira”. Noventa e quatro por cento (94%) dos leitores do de fato que responderam a uma enquete no blog do jornal pensam diferente: 73% acham “muito errado” baixar o imposto apenas para os 5 condomínios; e 21% acham “errado”. Ninguém achou a postura de neném da ASA (PV) correta: 4% não souberam opinar.

Redução para condomínio chega a 60% do valor aumentado anteriormente

A proposta de Nenem da ASA (PV) de redução do IPTU para os moradores dos condomínios de Casa Branca é bastante generosa. O condomínio Quintas de Casa Branca teve, na lei anterior, seu metro quadrado de terreno alterado para R$ 50,00 (cinqüenta reais), mesmo valor do bairro de Lourdes (que acabou tendo reajuste no IPTU até de mais de 400%). Agora, o prefeito quer reduzir o m2 do condomínio Quintas de Casa Branca para R$ 20,00 (vinte reais), uma redução de 60%. Na prática, a título e compreensão do leitor, se anteriormente o aumento para o condomínio tivesse sido de 400%, agora passa a ser de 160%, uma redução de 240%. Na média, a redução que o Nenem da ASA (PV) propõe para os cinco condomínios é de 44% (60% para o condomínio Quintas de Casa Branca; 53% para o condomínio Quintas da Boa Vista; 25% para o condomínio Recanto da Serra I; 40% para o condomínio Recanto da Serra II; e 40% para o condomínio Recanto da Serra III). Enquanto isso, os outros bairros de Brumadinho e os comerciantes continuam com redução de 0%.

Sobre o Condomínio Quintas de Casa Branca, que teve a maior redução no IPTU

“O Condomínio Quintas de Casa Branca está em um lugar privilegiado: ao pé da Serra do Rola-Moça, uma área de preservação ambiental. Cercado por montanhas e pela paisagem diversa de mata atlântica e cerrado, o condomínio é um refúgio para aqueles que gostam da tranquilidade da natureza, sem abrir mão das facilidades da capital.
Apenas 25 km separam Belo Horizonte do Quintas de Casa Branca. Além de ter acesso fácil e pavimentado pela BR-040 e pela estrada do parque, o condomínio, que está localizado na charmosa Casa Branca, bairro de Brumadinho, oferece toda infraestrutura necessária ao conforto e, o que é melhor, ao desfrute de belas vistas panorâmicas e com várias opções de lazer. 
Entre os diferenciais do condomínio estão lotes com vegetação nativa e a privacidade dos terrenos, que têm, no mínimo, cinco mil metros quadrados. O canto dos pássaros, o cheiro das árvores, o clima agradável e a temperatura amena que convida a uma lareira completam o ambiente propício ao descanso e a uma vida saudável.” (Texto de apresentação do site do condomínio, acessado em 28/3/2010 – quintasdecasabranca.com.br)
Edição 111-Março/2010
DICAS
para viver mais e melhor
Por Reinaldo Fernandes

Faça caminhada. Já são centenas de pessoas em Brumadinho que fazem caminhada. Às vezes dá uma preguiça de levantar-se mais cedo para caminhar. Às vezes dá preguiça de sair de casa. Mas quando a gente está caminhando...ah! que sensação boa, de tranquilidade, de paz... Se a caminhada é numa área de menos gente – fora da área urbana, como à beira da estrada para BH, por exemplo -, fica melhor ainda, o ar é mais puro, há uma solidão gostosa... Mas se você ainda não teve coagem para começar, convide alguém.
E quando a gente chega em casa, e toma aquele banho: que delícia!
E não se esqueça: faça aquecimento físico antes, e desaquecimento depois. Não saia em jejum, e deixe os problemas em casa para sua caminhada ser mais relaxante.  
Edição 111-Março/2010
Neném distribui R$ 326 mil para 10 entidades

A Administração de Nenem da ASA (PV) vai distribuir R$ 326.131,20 (trezentos e vinte e seis mil, cento e trinta e um reais e vinte centavos) entre 10 entidades de Brumadinho. As propostas de distribuição de subvenção social encontram-se nos projetos de leis de número 24, 25, 26, 27, 28, 32, 33, 34, 35 e 36, em tramitação na Câmara de Vereadores. Das 10 entidades, a Casa de Acolhimento da criança e do Adolescente Luz da Eternidade é quem vai receber a maior quantia de recursos, R$ 114.491,20 (cento e quatorze mil, quatrocentos e noventa e um reais e vinte centavos) e a Associação Comunitária do Aranha a que vai receber menos, R$ 8.000,00 (oito mil reais).

Entidades e recursos

A Associação dos Moradores do Parque das Cachoeiras, Parque do Lago e Alberto Flores – ACOPAPA – vai receber R$ 73.000,00 (setenta e três mil reais) e, segundo informa o projeto de lei, o dinheiro será gasto no projeto “Primeira Oportunidade”. O Lar dos Idosos Padre Vicente Assunção – SSVP, o Asilo, receberá R$ 28.000,00 (vinte e oito mil reais) para o projeto “Cidadania Solidária”.
O CEP – Centro de Ensino Profissionalizante Voluntários da Vale – e a Liga Municipal de Desportos recebem R$ 23.000 (vinte e três mil reais) cada uma. Ambas se propõe a  trabalhar com adolescentes, o CEP, com público de 11 a 18 anos; e a Liga com “Pólos de Futebol Infantil de Brumadinho”.  

Corporação Musical Nossa Senhora da Conceição e Água Cristalina

Das quatro andas da cidade, uma delas também foi beneficiada com as verbas. É a Corporação Musical Nossa Senhora da Conceição, de Conceição de Itaguá (Brumado). A banda vai receber R$ 23.000 (vinte e três mil reais). Segundo o texto do PL, será para o Projeto “banda Nossa Senhora da Conceição”.
A “Organização Água Cristalina” vai receber dinheiro para o projeto “Costurando Vidas”. Serão R$ 15.000,00 (quinze mil reais).

Recursos menores

Três das 10 entidades recebem recursos menores para seus projetos. A Associação de Remanescentes do Quilombo de Sapé recebe R$ 10.000,00 (dez mil reais), a Associação Comunitária do Conjunto Maria Ana de Souza, a COHAB, recebe R$ 8.640,00 (oito mil, seiscentos e quarenta reais) para o projeto “Mãos de Ouro” e a Associação Comunitária do Aranha vai receber R$ 8.000,00 (oito mil reais). 
Todos os projetos de lei, de acordo com as mensagens enviadas pelo prefeito municipal, têm com base legal a lei municipal 1202/2001, que permite ao município firmar convênios com as entidades

Conheça a Lei 1202/2001

A Lei Municipal 1202foi votada pelos 15 vereadores que compunham o Legislativo Municipal em 2001, quando a Câmara de Vereadores fazia grandes debates e tinha uma postura independente da Prefeitura. Proposta pela então vereadora e líder do PT, Nara Paraguai, a lei 1202, que recebeu o apelido de “Lei das Parcerias”, permitiu ao Poder Executivo firmar convênios com entidades do município que prestem assistência social.
Para receber o dinheiro público, as entidades precisam estar registradas no Conselho Municipal de Assistência Social. Além disso, precisam estar com sua documentação toda em dia (diretoria eleita, RAIS informada, declaração de imposto de renda anual em dia, certidões negativas da receita Federal e INSS etc). Além disso, a lei obriga a Prefeitura a divulgar um edital para que todas as entidades tomem conhecimento e não apenas aquelas entidades mais próximas do prefeito de ocasião. O edital é anual e tem data para ser publicado (no primeiro semestre do ano).
Após a publicação do Edital (que deve ser amplamente veiculado no município), as entidades interessadas devem apresentar seu projeto ao Conselho Municipal de Assistência Social. Quem decide quais as entidades que receberão ou não receberão os recursos é o Conselho. Daí a importância de um conselho que seja eleito democraticamente, com ampla divulgação; que seja aberto, onde as pessoas possam efetivamente ver e participar das reuniões. Esse é um dos conselhos que tem o poder de distribuir dinheiro público.         

Edição 111-Março/2010
Opinião
"A Vergonha” - crônica sobre o BBB

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço. A décima (está indo longe) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.
Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB 10 é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir/ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros, todos na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB 10 é a realidade em busca do IBOPE.
Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB 10. Ele prometeu um “zoológico humano divertido” Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.
Se entendi corretamente as apresentações, são 15 os “animais” do “zoológico”: o judeu tarado, o gay afeminado, a dentista gostosa, o negro com suingue, a nerd tímida, a gostosa com bundão, a “não sou piranha mas não sou santa”, o modelo Mr. Maringá, a lésbica convicta, a DJ intelectual, o carioca marrento, o maquiador drag-queen e a PM que gosta de apanhar (essa é para acabar!!!).
Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo. Eu gostaria de perguntar se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.
Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis? São esses nossos exemplos de heróis?
Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros, profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor e quase sempre são mal remunerados.
Heróis são milhares de brasileiros que sequer tem um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir, e conseguem sobreviver a isso todo santo dia.
Heróis são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.
Heróis são inúmeras pessoas, entidades sociais e beneficentes, ONGs, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados (vamos lembrar de nossa eterna heroína Zilda Arns).
Heróis são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada meses atrás pela própria Rede Globo.

O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. São apenas pessoas que se prestam a comer, beber, tomar sol, fofocar, dormir e agir estupidamente para que, ao final do programa, o “escolhido” receba um milhão e meio de reais. E aí vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!
Veja o que está por de trá$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani, da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.
Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social, moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?
(Poderiam ser feitas mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores ).
Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.
Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ir ao cinema..., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... , telefonar para um amigo... , visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar.... ou simplesmente dormir. Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construída nossa sociedade.
 “Infeliz  o povo que vibra e se deleita com tão pouco a acrescentar"

Nota da redação: Depois de várias horas de pesquisa, ainda assim não conseguimos identificar o autor. Porém o texto é uma importante reflexão e, graças a Deus, está circulando pela internet e postado em centenas de sites e blogs pelo Brasil afora.   
Edição 111-Março/2010
comunicado
AMAVSASC: ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES, AMIGOS E VOLUNTÁRIOS DOS BAIRROS SANTO ANTÔNIO E SANTA CRUZ.

A caçula das Associações de Bairros de Brumadinho foi fundada em 09 de fevereiro de 2010 em Assembléia Geral.
No desenvolvimento de suas atividades, a Associação dos Moradores, Amigos e Voluntários dos Bairros Santo Antonio e Santa Cruz observará os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, economicidade e da eficiência, e não fará qualquer discriminação de raça, cor, gênero, convicção filosófica e política ou religião. A Valorização do Ser Humano e a Busca contínua da cidadania serão fatores diferenciais desta Associação que visa tão somente agregar valores significativos à qualidade de vida de seus moradores na defesa de seus direitos e deveres junto às esferas: Municipal, Estadual, Federal bem como desenvolver projetos, convênios e parcerias para estes fins. A diretoria ficou assim constituída:
Presidente: Margarida de Mello Silva. Vice-presidente: Gustavo Moraes Dias. 1º Secretário (a): Lígia Priscila Fecunda. 2º Secretario (a): Rosana Rocha Braga. 1º Tesoureiro (a): Nicole Virginia Flores Soares. 2º Tesoureiro (a): Maria Beatriz de Melo Silva Diniz.  Conselho Fiscal, que ficou assim constituído: Membros titulares: Francisco da Costa Rezende e Vanúzia de Souza Fecundo, Suplente: Rosangela Rodrigues Flores de Souza. Membros Titulares do Conselho Consultivo, Leila Cristina Soares e Rosane Maria de Jesus, e Membro Suplente, Wanderley Fernandes de Almeida.
Da alegria desta fundação hão de vir respeito, união, transparência, grandes conquistas, com modernidade, competência e eficiência, igualdade e equidade, ordem e justiça trabalhando no preenchimento das necessidades populares de seus moradores e no resgate dos bens adquiridos públicos e privados e a preservação ambiental.

Margarida de Mello Silva – Presidente da AMAVSASC.

Só alegria pela escolha e agradecimento a todos que contribuem para esta fundação de interesse comunitário, buscando progresso e participação na construção de uma nova história. Venham todos conosco!


Agradecimento
Aos moradores dos Bairros Santo Antônio e Santa Cruz meu muito obrigado por me indicarem e elegerem-me presidente da Associação que nos representa.
Com a alegria que sentia quando neste campo aprendi a andar de bicicleta, marquei em cobrança de falta o primeiro gol de futebol feminino, nestas ruas aprendi a dirigir, ainda aqui viver a minha vida de adolescente, jovem estudante, de trabalhadora, de viver com a minha família e em especial, com meus pais Eduardo e Yayá, minhas irmãs, meu irmão. Hoje, no Santa Cruz ser  proprietária moradora, mãe, estudante continuamente, de procurar o progresso, a justiça e valores que possam somar significativamente; de colaborar e buscar sempre o preenchimento das necessidades populares é a mesma alegria que senti dia 09 de fevereiro quando eleita fui e hoje quando sabemos que devemos e podemos obter coisas, defender os direitos para nossas comunidades, cumprir com os deveres, trabalhar em conjunto por uma nova história desde que os moradores participem de forma efetiva, não isoladamente e impulsivamente, mas de mãos dadas tornando a cada dia a nossa roda maior e nela discutindo os problemas, dando sugestões e buscando as soluções. Respeitando.
Aos membros da diretoria, vice-presidente, secretário e vice, tesoureiro e vice, conselho fiscal, conselho consultivo, a nossa certeza de trabalho honrado e responsável, transparente e verdadeiro, porque assim deve ser e assim sou, aprendiz de todo dia!.
Santa Cruz e Santo Antônio em primeiro lugar! Deus nos abençoe e proteja!
Edição 111-Março/2010
CEP oferece vagas em cursos

O CEP- Voluntários Vale está oferecendo vagas em diversos cursos. Segundo informou Manoela Pastor, Assessora de Imprensa da entidade, “ainda há matriculas para alguns cursos que estão precisando de profissionais na área”. Os cursos são: Solda MIG/TIG; Sistema de Rede Avançada; Informática (aos sábados); Mecânica Industrial; Manutenção de Impressora; Depilação; Pintura em Tela e Tecido; Cuidador de Idosos; Inglês.
Maiores informações podem ser buscadas à R. Barão do Rio Branco, 160 A, Centro, Brumadinho, ao lado da Igreja Matriz, telefone (31) 3571-4438, no horário de 08h00 as 17h00.

Sobre o CEP

O CEP- Voluntarios Vale funciona desde fevereiro de 2008, em um galpão, e já formou cerca de 2 mil alunos  em mais de 20 cursos de qualificação profissional. Os cursos são auditados pelo Serpro e recebem atestado do MEC. A taxa de empregabilidade, segundo o CEP, é alta e possibilita aos alunos não somente um emprego, mas as chances de se tornarem autônomos e abrirem seu próprio negocio.
Os cursos tem duração de 6 meses a 1 ano. Todos os professores são voluntários e altamente experientes em sua atividade. Todo um material didático e preparado e os alunos recebem aulas teóricas e práticas, aptos a disputarem uma vaga no competitivo mercado de trabalho.
As taxas são simbólicas, apenas para a manutenção da escola, o que leva muita gente a optar por esta escola eu recebeu o prêmio nacional de Ação Transformadora em 2009, entre mais de 600 projetos sociais apoiados pela Fundacao Vale em todo Brasil
Edição 111-Março/2010
Nacional
Popularidade de Lula atinge nível recorde

A popularidade do presidente Luiz Inácio Lula da Silva atingiu nível recorde em pesquisa realizada pelo instituto Datafolha, que apontou que 76 por cento dos entrevistados consideram o governo do petista ótimo ou bom.
Isso representa um aumento de três pontos percentuais em relação aos 73 por cento que tinham essa avaliação do governo Lula em fevereiro, de acordo com a pesquisa, publicada na edição de 28/3 do jornal Folha de S.Paulo.
O patamar de aprovação também é o mais alto desde que o Datafolha começou a pesquisar a popularidade dos presidentes em 1990.
O porcentual que considera o governo Lula regular se manteve em 20 por cento na pesquisa realizada entre 25 e 26 de março. Cinco por cento dos entrevistados consideravam o governo ruim ou péssimo em fevereiro, número que caiu para quatro por cento. Um por cento dos entrevistados afirmou não saber avaliar o governo, mesmo patamar de fevereiro.
TRANSFERÊNCIA DE VOTOS
O percentual de entrevistados que afirmou que votaria em um candidato apoiado por Lula nas eleições presidenciais deste ano caiu, segundo o Datafolha, de 42 por cento, para 40 por cento. Outros 27 por cento afirmaram que talvez votem num candidato apoiado pelo presidente, contra 26 por cento no levantamento anterior.
O percentual dos entrevistados que afirmaram que não votarão no candidato de Lula foi de 22 para 23 por cento.
O Datafolha ouviu 4.158 pessoas entre os dias 25 e 26 de março. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

Edição 111-Março/2010
Prefeitos entregam projetos no Ministério das Cidades
Mais de dez municípios de MG apresentaram projetos executivos de infraestrutura feitos com apoio da Vale. Brumadinho não apresentou.

Ajudar os municípios a montar juntos projetos de investimento social. É isso que a Vale, através de sua Fundação, diz querer fazer. Após promover diagnósticos socieconômicos para identificar os principais déficits desses municípios, a Fundação Vale realiza os projetos executivos junto com as Prefeituras, apoia a captação de recursos, acompanha a execução das obras e sua manutenção. No dia 16, em Brasília, dezenas desses projetos nas áreas de infraestrutura e habitação foram entregues aos ministros das Cidades, Márcio Fortes, e das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, por representantes de 31 municípios do Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais e Pará.
Quatorze municípios mineiros apresentaram projetos de infraestrutura com o objetivo de captar mais de R$ 70 milhões do governo federal. Os recursos serão usados em obras de abastecimento de água, tratamento de esgoto, drenagem e pavimentação, entre outros, em Barão de Cocais, Barbacena, Bela Vista de Minas, Belo Vale, Caeté, Catas Altas, Itabirito, Mariana, Ouro Preto, Raposos, Rio Acima, Rio Piracicaba, Santa Bárbara e São Gonçalo do Rio Abaixo.

Programa de Aceleração do Crescimento - PAC

Na realização de todos os projetos executivos entregues ao Ministério das Cidades, a Fundação Vale investiu mais de R$ 20 milhões. Com eles, os municípios pretendem captar aproximadamente R$ 500 milhões do governo federal, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), para obras de habitação, abastecimento de água, esgotamento sanitário, pavimentação e drenagem, que vão beneficiar mais de 200 mil pessoas. Os projetos já foram encaminhados à Caixa Econômica Federal, ao Ministério da Integração Nacional, à Fundação Nacional de Saúde, à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba e ao Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse.
Os outros municípios que entregaram projetos foram: Cariacica, Serra e Vila Velha (Espírito Santo); Açailândia, Anajatuba, Arari, Cidelândia e Miranda do Norte (Maranhão); Abaetetuba, Barcarena, Canaã dos Carajás, Curionópolis, Eldorado dos Carajás, Marabá, Ourilândia do Norte, Paragominas e Parauapebas (Pará).

Brumadinho

A Vale atua em Brumadinho e realiza aqui pequenas ações. No caso dos projetos atuais, o município de Brumadinho poderia arrecadar bons recursos do Governo Federal. Infelizmente, a Administração Nenem da ASA (PV) não entregou nenhum projeto e perdeu a oportunidade.
Edição 111-Março/2010
Prêmio Prefeito Empreendedor

Sebrae anuncia vencedores; petista Maria do Carmo conquista 2º lugar e mais 2 prêmios; Marília Campos (PT), de Contagem, também ganha prêmio; Prefeito de Brumadinho não figura nem entre os 32 finalistas 

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais  - Sebrae-MG - divulgou no último mês os ganhadores do 6º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor. Prefeitos mineiros, que desenvolveram ações em benefício das micro e pequenas empresas (MPEs) foram premiados.
O prefeito de Miradouro, Wagner Figueiredo Dutra (Administração que tem também o PT), conquistou o primeiro lugar com o projeto para desenvolver os pequenos negócios dos produtores de leite. A petista Maria do Carmo Lara, da cidade vizinha de Betim, ganhou três troféus (segundo lugar, destaque desburocratização e compras governamentais). O prefeito de Poços de Caldas, Paulo Cesar Silva (PPS), faturou o 3º lugar.
Wagner Figueiredo Dutra dedicou o troféu aos produtores rurais do município. A prefeita de Betim ressaltou a importância dos pequenos negócios no crescimento econômico da cidade. Já o gestor de Poços de Caldas, Paulo Cesar Silva, disse que o município disputou o Prêmio pela primeira vez.

Prefeituras

Participaram da disputa 224 prefeituras do estado. Os três primeiros colocados receberam certificado, troféu e irão participar de uma viagem técnica para conhecer bons exemplos de administração municipal. O primeiro colocado, as prefitas petistas Maria do Carmo Lara e Marília Campos e os outros três projetos de destaque concorrerão ao prêmio nacional.

O Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor tem o objetivo de valorizar administradores municipais que implementam projetos para diminuir a burocracia, promover educação empreendedora, estimular a formalização, a inovação e aumentar a participação das MPEs nas compras governamentais.
 O Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor é concedido a prefeitos que tenham implantado projetos, com resultados mensuráveis, de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de micro e pequenas empresas (MPEs). Com a criação do Prêmio Prefeito Empreendedor, o Sebrae pretende reconhecer a capacidade administrativa dos gestores que elaboraram os melhores projetos e implantaram ações em favor do desenvolvimento de micro e pequenas empresas em seus municípios. O Prêmio é dividido em duas etapas: estadual e nacional. Na etapa nacional foram concedidos 11 prêmios, sendo seis destaques temáticos e cinco regionais.
O prêmio é realizado pelo Sebrae com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana (Sedru) e Associação Mineira de Municípios (AMM).

Vencedores

O Partido dos Trabalhadores – PT – lidera o ranking dos maiores vencedores. A prefeita de Betim – segunda candidata mais voltada em brumadinho no último pleito para deputado federal – faturou o 2º lugar e ainda mais dois prêmios entre os seis “Destaques”: “Desburocratização” e “Compras governamentais”.   Outra petista que também faturou prêmio foi Marília Campos, de Contagem, que ganhou o “Destaque” “Educação empreendedora e inovação”. Marília Campos também já foi uma das mais bem votadas candidatas a deputada estadual em Brumadinho. PMDB, PPS, PDT e PSDB completou o grupo.

PT lidera lista de 32 finalistas

O PT liderou também o ranking dos 32 finalistas do Prêmio Prefeito Empreendedor. Dos 32, sete cidades são governadas pelo PT: Alfenas, Betim, Contagem, Governador Valadares, Ibiraci, Itaúna, e Ouro Branco.  Em outras três, Miradouro (a grande vencedora), Barbacena e São João Nepomucemo, o PT participa da Administração. PR, PTB e PSDB dividem o 2º lugar no ranking, como 4 finalistas cada. PMDB e PP tiveram 3 finalistas, o PDT dois e outros partidos um finalista cada.   
Prefeito Nenem da ASA (PV) não apresentou nenhum projeto

Duzentas e quarenta, mais de 26% das prefeituras mineiras, inscreveram projetos nessa edição. Infelizmente, o prefeito de Brumadinho não apresentou nenhum projeto, segundo informou à reportagem do de fato Ricardo Guimarães, da Assessoria de Imprensa do SEBRAE-MG. Seu partido, o PV, apesar de estar à frente de 14 prefeituras em Minas, também não figurou entre os 32 finalistas. Durante a campanha eleitoral, Nenem da ASA (PV) fez a promessa de número 39, quando prometeu investir na microindústria.  
Edição 111-Março/2010
Hélio Costa lança rede Wireless em Inhotim
Seu Partido, PMDB, vive mau momento em Brumadinho

Quem esteve no Instituto Inhotim, no dia 12 de março foi o Ministro das Comunicações, senador Hélio Costa (PMDB). Costa veio fazer o lançamento oficial das redes wireless, que dará acesso gratuito à internet aos visitantes do Museu. O projeto é fruto de parceria entre o Instituto e a Embratel. Estiveram presentes, entre outros, Bernardo Paz e Altivo de Oliveira, diretor executivo regional da Embratel.
Inhotim quer implantar, até o mês de agosto, locais de acesso à rede sem fios em pontos estratégicos do parque, como recepção, restaurante, lanchonetes e galerias.

PMDB

O PMDB de Brumadinho, encabeçado pela sua ala jovem, aproveitou a vinda do Ministro para dar as boas vindas do partido. O partido Acaba de inaugurar uma sede municipal, num prédio anexo ao Posto Morais, na esquina da Av. Vigilato Braga. Apesar da empolgação, o Partido em Brumadinho não passa por bons momentos. No dia 16 de março, 4 dias depois da visita do Ministro, o deputado federal Jaime Martins coordenou uma reunião que pode levar ao esvaziamento do PMDB local.
Desgostosos com o fato de Breno Carone ter se tornado Presidente do Partido, dezenas de peemedebistas, liderados pelo ex-prefeito Tunico da Bruma, discutem a desfiliação em massa e ida para o PR (Partido da República) de Jaime Martins.

Dissidência

Enquanto Tunico da Bruma articula o novo partido, PR, outro membro do PMDB pode ter caminho distinto do ex-prefeito. Tunico Brandão, candidato do PMDB à prefeitura no último pleito, vê a possibilidade de ir para o PSDB de José Paulo. Pelo que dizem filiados do PMDB, Tunico da Bruma insiste e acredita que terá condições legais de disputar a Prefeitura em 2012. Dessa forma, o outro Tunico, Brandão, ficaria sem legenda. O PSDB aparece como um espaço possível para os interesses de Brandão.     

Edição 111-Março/2010
BALCÃO DE NEGÓCIOS

Vendo cama casal, ótimo estado. Tratar no 9209-9899 / 3571-1726
Vendo cama de criança, ótimo estado. Tratar no 9209-9899 / 3571-1726
Cachorra da raça Maltês, vacinada. Data Nascimento: 25/09/2009. Telefones para contato: 9795-0857 / 9698-1429
Vendo Strada LX, 16 V – Preto 2001/2002, gas., teto solar- completo 19.500,00 – Contato 9744-1898
Vendo Ford Verona 1.8 i GL 4 portas 96/96 – Vermelho – gas., 9.500,00 - Contato 9744-1898
Vendo cadeirinha de carro (para bebês e crianças). Tratar no 9209-9899 / 3571-1726 
Edição 111-Março/2010
Poucas e Boas
 “Só não há debates nas ditaduras ou nos partidos que têm dono. O PT é um partido que não tem dono.”
Patrus Ananias, pré-candidato ao governo de Minas pelo PT

 “Nossa comunidade sente-se ameaçada pela gestão da Prefeitura de Brumadinho.”
Documento de moradores do Parque da Cachoeira sobre a construção de um aterro sanitário no local

“O prédio, no geral, é muito quente. O único lugar que é bom para trabalhar é o auditório do centro administrativo, porque tem ar condicionado.” 
Rômulo José Batista, auxiliar de gabinete, sobre a Cidade Administrativa construída por Aécio Neves no valor de 1 bilhão de reais (publicado pelo Folha do Paraopeba de 13 a 18/3)

“O centro administrativo reúne todos os setores, o que possibilita economia. Mas as instalações não oferecem condições de trabalho. O calor é insuportável. Precisa melhorar a segurança. Gastaram milhões nesse prédio e ignoraram um projeto de Oscar Niemeyer.”
Ana Lúcia Freitas Paixão, servidora municipal, se referindo á mesma cidade administrativa. 

“O complicado aqui é a alta temperatura. Há salas que não têm janelas.”
Robson Nunes, guarda municipal, idem.

Jornal israelense se referindo ao Presidente do Brasil, Lula, como mediador extra oficial na região, em 12/3. 
Edição 111-Março/2010
Pires sofre com abandono
Falta saneamento básico, médico etc; estrada tem buracos e muito mato; houve suspeita de dengue

A comunidade de Pires fica a pouco mais de 3 Km do Centro de Brumadinho (2,5 a partir do final da rua Amianto). Por ser uma comunidade sem poder político (leia: pequena, com poucos votos), vive abandonada pelas sucessivas administrações municipais. Agora não é diferente.
Os problemas começam logo na estrada que liga Pires ao Centro. Além de buracos em muitos trechos, a estrada, de chão, é estreita, cabendo apenas um veículo em alguns locais. A exceção fica por conta do trecho de 500 m até a Dragagem RP. Além da estreiteza, em várias partes o mato está grande, invadindo a pista.

Na comunidade, os problemas não são poucos. A coleta de lixo é deficiente. “Eles vêm de vez em quando”, diz um sitiante. “Mas às vezes sobra lixo e fica caindo”, explica ele. Como a lixeira colocada pela Prefeitura acaba ficando cheia, o lixo começa a cair fora do recipiente. Não há, também, coleta seletiva: na lixeira pode-se ver, por exemplo, garrafas peti.  
Poucos metros do local onde está a lixeira, na pequena ponte construída pela Administração anterior, há um buraco. Esse buraco e inúmeros outros na única rua calçada, é resultado de serviço mal feito pela Prefeitura: sem a devida compactação, o calçamento cede rapidamente, deixando a rua toda irregular. 

Saúde: falta saneamento básico, médico e enfermeiras

A população local enfrenta outros problemas. Não há saneamento básico: enquanto o esgoto é colocado em fossas, o rosto corre solto, pelas ruas. Nossa reportagem perguntou a alguns moradores sobre a questão da dengue. “Ih! Eles não aparecem aqui”, disse um deles, referindo-se aos agentes de combate ao mosquito aedes aegptys. Não há também posto médico. “Eles alugaram essa casa aí tem 4 meses. Disseram que faltava porta, colocaram a porta e continua fechada”, explicou uma moradora. Outro morador confirmou: “As coisas estão aí dentro. Eles (referindo-se à Administração Municipal) estão pagando o aluguel há 4 meses mas não está funcionando”.
Depois de muita luta, a comunidade conseguiu um telefone público que está funcionando. Já pêra chegar até ele, moradores devem enfrentar o mato do que deveria ser um passeio. E o cheiro do lixo, rondando o telefone.

Outro lado

Nossa reportagem procurou a Secretaria Municipal de Saúde para saber sobre o posto e o combate à dengue. A Coordenadora da Atenção Básica, Vanilda Maia, confirmou a falta de portas no local em que será instalado o posto, explicando que levou-se um tempo para colocá-las. Depois, segundo ela, faltou médico no PSF Centro, Programa Saúde da Família da unidade centro, que atende aos moradores de Pires. O novo profissional, a médica Camila Jaconi, começou trabalhar no dia 29 de março e, de acordo com Maia, a enfermeira do PSF centro informara que na semana de 4 a 10 de abril a médica já estaria atendendo a comunidade no Posto de Saúde de lá.
Nossa reportagem conversou também com Cláudio Braga, Coordenador da Vigilância Sanitária. Segundo ele, o trabalho rotineiro de visita às casas na é feita em Pires porque lá possui menos de 60 moradias. De acordo com ele, o Ministério da Saúde exige as visitas a partir de 60 casas. Nesses casos, o ACS (Agente Comunitário de Saúde) responsável pela área apenas faz as orientações aos moradores para se prevenirem. O Coordenador informou que houve um caso suspeito de dengue em Pires MS que não se confirmou.

Dengue em Brumadinho

Recentemente o nome do município foi posto na grande mídia como líder do ranking da dengue na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Questionado sobre a situação atual em Brumadinho, Braga disse que, neste ano, houve 24 casos notificados. Desses, segundo ele, apenas 3 eram positivos. Os três casos seriam de pessoas que trabalham em cidades vizinhas. “Em termos de notificações, temos um caso a mais do que no ano passado, em relação ao mesmo período, janeiro a março. E um caso a menos de positivos”, explicou Cláudio Braga. 
Edição 111-Março/2010
A pergunta que não quer calar
 O prefeito Nenem da ASA (PV) quer diminuir o IPTU para condomínios de Casa Branca. Será que ele vai diminuir também o IPTU dos outros moradores?
Edição 111-Março/2010
Social
Nivers

O mês de abril está recheado de aniversariantes. Na Sexta feira da Paixão, 2, quem comemorou foi o cantor compositor Sanrah. Na mesma data, Magno Dias, o Maguinho, do Correios, também apagou velinhas. No sábado de Aleluia foi a vez de Marta, da vidraçaria Goulart, e no dia 6 o Secretário Municipal de Agricultura, Juca Dornas, foi quem apagou velinhas. A todos eles, nossos Parabéns e desejos de muitos anos de vida. 
Neste 8 de abril é a vez do ex-vereador e bon vivant Hugo Nogueira, o cara que mais conhece de Brumadinho.
No dia 16 é a vez da Professora Sonia Gonçalves. Parabéns, Sonia! Tudo de bom pra você!
Cassiana, o ex-prefeito Gibiu e Ruth Jael (que está em Brasília) comemoram no dia 19 de abril. No dia 20, outro ex-prefeito, Mardocheu de Souza Parreiras também está comemorando.
O mês de maio começa com o niver da gatíssima Niara Fenandes.
A todos eles, nossos desejos de muita alegria, paz e tranqüilidade em suas vidas. E que sejam todas longas, saudáveis e vividas intensamente.


Geraldo Augusto Faria +

Foi-nos levado, na noite de 31 de março, de maneira brutal e estúpida, Geraldo Augusto Faria. Junto com a família, estamos tristes e abismados. Gentil, risonho, simples, de uma simpatia sem igual: assim era Geraldo Augusto. Que Deus dê forças a todos os familiares neste momento de dor
Edição 111-Março/2010
Opinião
Como pode ser? É preciso Ver! Faxina, Fazer!
A nossa opinião de hoje vem como manifestações de pessoas que nos procuram e indignadas buscam respostas para o que assistem e não compreendem e se sentem boquiabertas com a falta de compostura e ética das pessoas que comandam. Uma delas chegou a se expressar: penso que para ser comandante de alguma coisa, de coisas publicas principalmente deveria ter um teste que descobrisse as reais intenções dos postulantes. Nada fere mais a nós população do que ver ouvir e assistir os absurdos cometidos quando no “poder”. Sem uma resposta pensada respondi-lhe: Ser honesto e justo é obrigação de todos nós são deveres, construir o progresso para o povo. Ela simplesmente falou novamente: Vergonha na cara é para poucos e não há oficina para concertos nem sucatas! Se não os três últimos governos lá estariam. O pior de tudo é que agem como se nada tivessem feito de ruim de fora da Lei, com uma “cara de pau” incrível estão em todos os lugares, distribuído “sorrisos de hiena”. E me perguntou qual são o papel e o pensamento da Câmara de Vereadores que sempre parece chegar depois do acontecido, pois ela não divide com o executivo a responsabilidade do destino do município? E o nepotismo? Outro Respondeu: vereador perguntado nunca sabe nada. O pior é que nós fazemos papel de trouxa, os colocamos lá por vários motivos, menos por eficiência! Mais uma fala de outro, eles são como centro avante fora de sintonia com os lançamentos chegam sempre atrasados e não marcam o gol para alegrar a torcida. Fiquei a imaginar como as pessoas estão descrentes com os dirigentes com os comportamentos que tiveram com o cenário que deixaram e acima de tudo com a falta de respeito a nós cidadãos que somos honestos, trabalhadores e sabemos somar, dividir multiplicar e subtrair com os outros os rombos deixados. Como conversávamos em grupo, e vários são funcionários municipais e duas do Estado, passaram pelo assunto como não poderia deixar de ser dos salários. E qual não foi meu espanto que todos conheciam as canalizações  cometidas de favorecimentos salariais diríamos astronômicos com médias (criadas), pois não são relatados em lei ou estatutos ou regulamentos ou planos de Cargos e Salários e os funcionários que foram parceiros das Administrações, do poder sem limites dos que abandonaram o caminho principal da Administração Pública: O POVO EM PRIMEIRO LUGAR,  “possuem estes salários que ninguém entende se já não permanecem nos cargos e se estes se juntaram as licenças sem, com vencimentos” obtidos por tempo indeterminado ou por quanto viverem e polpudas, presentes, de aposentadorias acumuladas e benefícios pecuniários, Já cometeram absurdos enquanto no poder, enquanto a grande maioria dos ex- funcionários, dos atuais funcionários não foram e não são amparados por nada! A paga que tem de serem, eficientes e trabalhadores são as ninharias conhecidas e ai sim não podem nada porque “acompanham a lei”. Pensamos com grande satisfação que enganam muitos há muito tempo, mas não todos a todo tempo. Na contemporaneidade, a tecnologia sana, aclara, precisa o que acontece como, por exemplo, a Caixa Preta de um avião espelha as causas que levaram ao desastre. A ressonância magnética detecta onde está o X da doença; a informática dá em grau simultâneo aos acontecimentos em diversos pontos do mundo, conectividade. O papel da Câmara é demonstrar o real interesse pelos atos públicos, a conectividade com o poder (povo) e a responsabilidade de defender os valores morais e éticos e de justiça além claro de romper com a mesmice; de independência para não deixar de cortar, extinguir estes abusos contra a classe trabalhadora e o povo, sociedade, moralizar e ainda atualizar os conhecimentos em todas as áreas e ter atitude, para que se possa orgulhosamente sustentar a máxima Somos Representantes do Povo. Isto é trabalhar com certeza do dever cumprido. Brumadinho precisa ter esta alegria e esta vigilância do Sistema Público. Novos Tempos! Participação Social. O Povo em Primeiro Lugar! Legislar e Fiscalizar!  Leis e normas fora do que estabelece a CONSTITUIÇÃO não podem vigorar, nem ser aprovadas. Porque ainda continuam com ótimos cargos-salários, com tanto prestígio? O Povo quer saber. O Povo não engole mais! Não foram essas as propostas de campanha que os levaram à Vitória! Parte de nós é entendimento a outra aprendizado. Quem não corrige o que está errado é porque concorda com o erro.

Margarida Melo
Edição 111-Março/2010
O CAPS, o abandono e sua praça

Na edição de maio/2009, o jornal de fato apresentou aos leitores uma matéria em que registrava o descaso da Administração do Município com uma obra que custou quase um milhão aos cofres públicos, dinheiro do cidadão que paga impostos (inclusive IPTU caro!). Tratava-se da nova sede do Centro de Atenção Psico-Social – o CAPS – de Brumadinho, situada à rua Florisbela Cordeiro dos Santos, 241, no bairro São Conrado.
Apesar da administração de Tunico da Bruma (PMDB) ter pago esse quase milhão à Construtora Pontal, o Prefeito atual alega que a Prefeitura teve que gastar mais 300 mil reais “para refazer, adequar e conseguir terminar o CAPS”.
A nova sede estava abandonada. O prédio, de aproximadamente 600 metros de área construída, estava sem cercas, pichado em vários lugares e tomado pelo mato. Enquanto isso acontecia, a Prefeitura continuava pagando milhares e mais milhares de aluguéis por toda a cidade. 
Agora, os aluguéis continuam. Mas, pelo menos a sede do CAPS está cuidada. Não há mais mato e nem pichações.  E em frente foi feita uma praça. No local, já está funcionando o atendimento psico-social a crianças. No dia 31 de março, funcionários da Prefeitura faziam a mudança para o atendimento aos adultos, que deve começar agora em abril. 
Edição 111-Março/2010
Moradores se mobilizam contra Aterro Sanitário

Eles reclamam da falta de fichas para atendimento no Posto de Saúde, da falta de acesso aos bairros na época de chuva por causa das ruas de chão; do transporte escolar que faz as crianças andarem muito; do descuido com o campo de futebol e da falta de lazer; da falta de água tratada; de serem tratados como “forasteiros” pela Prefeitura. Como se não bastassem tantos problemas, a população do Parque da Cachoeira, Parque do Lago e Parque Jacarandá considera que tem mais um problema: a construção do aterro sanitário na comunidade. São em torno de 550 famílias, aproximadamente 1.000 moradores.
Eles já foram à Câmara – no dia 25 -, fizeram uma passeata em Brumadinho no dia 26 de março, enviaram documentos para o Ministério Público Estadual, para deputados em Brasília, na reunião do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente – CODEMA – mas reclamam de não estarem sendo ouvidos.

O aterro

A reportagem do de fato conversou com Silas de Paula e Maria Aparecida Fernandes, a Lúcia. Apesar de não serem da Diretoria da Associação de Moradores local, são duas das pessoas que estão na luta contra a construção do Aterro Sanitário. Segundo eles, o aterro será construído em uma área onde há várias nascentes, fauna e flora muito diversificada e haverá desmatamento de uma área enorme, 15.000 m². “A prefeitura diz que foram seis lugares procurados. Se tem que desmatar, não é o lugar adequado”, reclama Silas de Paula. Em panfleto distribuído aos moradores de Brumadinho, eles questionam: “Para onde vão os nossos tucanos?”Ainda segundo eles, o local está a menos 320 metros de uma das moradias, o que seria prejudicial à família.“

Sem conversa

A principal reclamação dos moradores é a falta de transparência da Administração de Neném da ASA (PV). Segundo Lúcia, eles ficaram sabendo da construção do aterro por acaso porque as obras tiveram início. “Aconteceu uma reunião aqui, mas eles não querem conversar, disseram que vão construir e pronto”, reclama Lúcia. Segundo eles, a reunião aconteceu no início do mês, com presença de diversos secretários, como o de Meio Ambiente, da Fazenda, de Obras e de Governo e uma “psicóloga”. Os dois reclamam que havia um tom agressivo na reunião por parte dos secretários, especialmente o Secretário de Governo e irmão do Prefeito, Alcimar Barcelos, o Cid. “O prefeito mesmo não veio! Prometeu proteger o meio ambiente durante a campanha, preservação das nascentes e agora não vem conversar com a comunidade”, lamentam.
Sobre a reunião no CODEMA, Silas diz que eles solicitaram a documentação sobre o aterro e que o CODEMA alegara que ela estaria coma Secretaria de Meio Ambiente - SEMA. Já a SEMA pedira uma semana par reunir os documentos. “Eles oferecem os documentos mas não explicam nada pra gente”, reclamam. 
A outra preocupação dos  oradores é quanto à quantidade de lixo. Segundo Silas e Lúcia, eles teriam lido em um jornal que o aterro atenderá não apenas a cidade de Brumadinho como muitas outras cidades vizinhas, mas não souberam precisar para a reportagem do de fato qual era a fonte da informação.
Como a localidade possui uma associação de moradores, a ACOPAPA, nossa reportagem quis saber qual o envolvimento dela na luta contra a construção do aterro. “Ah, a dona Dilma e o Sr. Geraldo não são nem contra e nem a favor”, disseram eles. Reclamaram ainda da diretoria da Associação, afirmando que ela (referindo-se à Sra. Dilma) “não divulga as coisas”. Eles não sabiam, por exemplo, que a Prefeitura vai repassar R$ 73.000,00 (setenta e três mil reais) para a Associação.
Agora a comunidade aguarda uma Audiência Pública na Câmara Municipal, onde esperam ter respostas para suas inúmeras dúvidas.

Outro lado

Em contato com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente - SEMA - a reportagem do de fato fez uma série de perguntas ao Secretário Quintino Vargas Amaral.
Sobre a reclamação dos moradores de que a questão não foi discutida com eles, Quintino explicou que "a discussão com a população, fazendo-se necessária, deve acontecer durante o processo de licenciamento ambiental. Quando a atual gestão assumiu o governo municipal, o licenciamento ambiental do aterro sanitário já havia ocorrido e o empreendimento já possuía a Licença Ambiental de Implantação expedida pelo Conselho Estadual de Política Ambiental (COPAM). Assim, não sabemos informar se faltou ou não transparência da Prefeitura durante o processo de licenciamento ambiental. A documentação existente nos permite informar que não há indícios de encobrimento do projeto, uma vez que a área foi desapropriada de pessoa ainda hoje residente junto ao Parque do Lago, através de decreto municipal que especificou com clareza a sua destinação para aterro sanitário."
Quintino diz ainda que "deve-se levar também em conta que as atividades que serão desenvolvidas no aterro sanitário não interferem no bairro, uma vez que a área do aterro encontra-se na zona rural, em vertente oposta à do Parque do Lago, não possui acesso direto ao bairro e o transporte dos resíduos sólidos se fará pela Rodovia Municipal Brumadinho - Córrego do Feijão, externa ao bairro". O Secretário lembra da reunião que aconteceu no início de março, onde, segundo ele, a "Administração Municipal, representada por sete secretários e vários técnicos" se reuniu com os moradores "para prestar esclarecimentos sobre a implantação e operação do aterro sanitário".
Sobre o fato de o aterro ser também para cidades vizinhas, Quintino diz que "o projeto do Aterro Sanitário de Brumadinho, que foi elaborado por empresa contratada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMAD), prevê que o aterro deverá atender os municípios de Brumadinho e Mário Campos. Entretanto, como Mário Campos não participou das ações visando à obtenção de crédito para a sua construção, o interesse daquele município em utilizar o nosso aterro sanitário dependerá do preço a ser estipulado por Brumadinho."
"Quanto a afirmar que moradia situada a essa distância (320m) é muito próxima ou não depende de vários fatores que foram analisados por ocasião do licenciamento ambiental do empreendimento." Quintino explica que o Art. 3º da DN 118/2008- Deliberação Normativa do Conselho de Política Ambiental - COPAM-, que fixa requisitos mínimos (inclusive distâncias) para a área de implantação e operação de depósitos de lixo, dispõe que tais requisitos deverão ser obedecidos, mas que isso, segundo a norma, apenas "até que seja implantado, por meio de respectivo processo de regularização ambiental, sistema adequado de disposição final". Segundo ele, se há esse sistema adequado, não há problemas. "A maioria das residências guarda ampla distância da área do aterro", defende o Secretário de Meio Ambiente. O Secretário acrescenta ainda que entende “que os requisitos exigidos pela DN 118/2008 são para depósitos de lixo do tipo aterro controlado. Considerando que este tipo de depósito não prevê a impermeabilização do solo e o recobrimento do lixo não precisa ser diário, há necessidade de exigências mais rígidas quanto às distâncias de cursos d'água e de núcleos urbanos.” Ele explica que, no caso de aterro sanitário, “além do estudo prévio da área (tipo de solo, geotecnia, etc), tem-se a impermeabilização do solo através de membranas (evitando-se a contaminação do lençol), o tratamento do chorume e o recobrimento do lixo no mínimo uma vez por dia.” Nesse caso, o Secretário entende que os afastamentos observados poderão ser menores e analisados durante o processo de licenciamento ambiental.

Fauna, Flora e Nascentes

Uma das maiores preocupações dos moradores diz respeito à fauna e à flora do lugar. Eles afirmam que o aterro será construído em uma área onde há várias nascentes, fauna e flora muito diversificada e haverá desmatamento de uma área de 15.000 m². Sobre isso, o Secretário explica que "a área onde está sendo implantado o aterro sanitário foi selecionada por equipe técnica contratada diretamente pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e contém a mesma fauna e flora que possuía na época. O COPAM, em sua última reunião, autorizou a supressão da vegetação de acordo com o projeto licenciado. A área de supressão de mata é pequena, tanto em relação à área de pastagem que será utilizada para a implantação do aterro, como em relação à área de mata que será preservada." E se contrapõe à afirmação de que há nascentes: "o local de implantação do aterro sanitário não possui nascente e foi objeto de estudo geotécnico."
Quanto a escolha do Parque da Cachoeira, Amaral diz que "a escolha das áreas não coube diretamente à Prefeitura: foi feita através de levantamento técnico. O procedimento normal é selecionar cinco ou mais áreas que serão pontuadas com o uso de uma tabela de atributos (distância à sede do Município, qualidade das vias de acesso, tipo de solo, declividade, presença de água, vegetação, etc.). Será indicada a área que somar mais pontos.
Cabe ainda salientar que a liberação de recursos pelo Fundo Nacional do Meio Ambiente para elaboração do Projeto de Construção do Aterro Sanitário de Brumadinho deveu-se à aprovação de um plano, apresentado pela SEMAD, de melhoria da coleta e disposição final do lixo no entorno das unidades de conservação (no caso o Parque Estadual da Serra do Rola Moça). Por este motivo, as áreas selecionadas deveriam se localizar entre a Sede do Município e a localidade de Casa Branca."
Quintino contesta ainda outra informação dada pelos moradores, sobre a documentação. Segundo ele, "a documentação nos foi solicitada em 26/03/2010, durante a reunião do CODEMA, e foi entregue no dia 29/03/2010."

Comunidade faz manifestação

No último sábado, 3, moradores fizeram uma grande manifestação na estrada que passa ao lado do Parque da Cachoeira e leva à Vale. Às 11 horas, moradores fecharam a estrada, de um lado e do outro do trevo que sai para Tejuco. Em pouco tempo, de um lado e do outro, carros foram ficando parados e houve muita reclamação e bate-boca. Os manifestantes, revoltados, incendiaram pneus, galhos de árvores, capim, panos; e exibiram faixas contra o aterro, em defesa do meio ambiente. Tudo, ao som de palavras de ordem como “Não, não, não! Não queremos o lixão!”

Neném da ASA, Judas

Como era Sábado de Aleluia, dia tradicional em que os cristãos católicos fazem a queima simbólica de Judas Iscariotes, o traidor de Jesus Cristo, não faltou um “Judas”. No boneco, feito de pano, se lia: “Judas – Prefeito Nenem”. E os manifestantes gritavam, na hora que queimaram “Nenem da ASA”: “Judas, Judas, Prefeito traidor”. No bar do trevo, um morador discutia com os outros: “Viu, quem mandou vocês votarem nele! Eu falei que ele era um moleque!”, gritava, se referindo ao Prefeito.

Clima quente

Por volta das 11:30 horas, “o tempo fechou”. Um motoqueiro quis furar o bloqueio e foi impedido. Daí a pouco, um homem tentou entrar com uma camioneta e foi advertido por um dos moradores que não deveria. Mas, minutos depois, ele, que tinha deixado o veículo ligado, avançou pra cima das pessoas, furando o bloqueio. Consequência: foi seguido e teve os vidros de seu carro quebrado por parte dos manifestantes.

Chegada da PM e Bombeiros

Por volta das 11:40, uma viatura da PM chegou mas não agiu, apenas chamou reforço. Minutos depois, apareceram mais 3 viaturas da Polícia Militar, uns 15 policiais e o caminhão do Corpo de Bombeiros. Depois de muita negociação, conversas de um lado e outro, os bombeiros e PM apagaram o fogo dos pneus e a pista foi liberada, por volta de 12:30 horas. Ainda houve confusão porque o homem que teve seu veículo quebrado acusou um dos manifestantes, depois acusou outro e, no fim, ele e mais um rapaz – nãos e sabe se culpado – foram levados para o CERESP em Betim em uma viatura.
Os manifestantes ainda ficaram à margem da estrada, com suas faixas e suas palavras de ordem.

Para entender o caso
Em dezembro de 2008, o Governo Federal entrou em contato com a Prefeitura de Brumadinho, quando era prefeito Jayme Wilson (PSDB). O Governo Federal oferecia, através do PAC, Programa de Aceleração do Crescimento, mais de R$ 6 milhões ao Município para investimento em saneamento básico, no caso, a construção de um aterro sanitário. A vida útil do aterro controlado de Brumadinho está no fim. Com a oferta do Governo Federal, a Câmara Municipal deveria aprovar uma proposta de lei enviada pelo Executivo que lhe permitia receber o dinheiro, o que foi feito naquele mês. Depois disso, coube ao governo de Nenem da ASA (PV) executar a obra e prestar contas ao Governo Federal.