Busque em todo o blog do Jornal de fato

Entre em contato conosco: defatojornal@gmail.com / 99209-9899

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Edição 173 – Abril 2015


Alça São Conrado

A obra de construção da alça viária e galeria que dará nova opção para o trânsito ao bairro São Conrado está atrasada. A obra, a cargo da Construtora Mestra, deveria ter sido entregue até o dia 16 de abril. Quem passa pelo local percebe que os trabalhos ainda estão bastante atrasados.
A obra custará, a princípio R$ 588.319,52 (quinhentos e oitenta e oito mil, trezentos e dezenove reais e cinquenta e dois centavos) aos cofres municipais. Além dela, a Prefeitura promete melhorar a saída de veículos no local chamado Lavrado, debaixo do pontilhão da estrada de ferro sobre o rio Águas Claras.   


A novela da multa: vereador continua vencendo no Tribunal
A novela da multa recebida pelo vereador Reinaldo Fernandes (PT) continua. Fernandes foi multado em R$ 53.205,00 (cinquenta e três mil duzentos e cinco reais). A multa foi em razão de ele ter divulgado uma pesquisa eleitoral em seu perfil do facebook, durante as eleições de 2012, e a pesquisa estaria supostamente proibida de ser divulgada. Condenado em Brumadinho, o Vereador recorreu ao TRE – Tribunal Regional Eleitoral - e teve sua sentença reformada por unanimidade dos juízes daquela corte.
O ex-prefeito Nenen da Asa entrou com recursos – Embargos Declaratórios – e perdeu novamente, tendo os embargos rejeitados pelo Tribunal. Mas o ex-prefeito não desistiu e entrou com novo recurso, agora com um Recurso Especial. No dia 22 de abril.  Perdeu de novo.
Para entender: o processo foi arquivado em Brumadinho pela Juíza Juliana Beretta. Nenen da ASA, mesmo sabendo que não ganharia nada recorrendo, já que a multa iria para os cofres da Justiça Eleitoral, recorreu para o Tribunal Regional Eleitoral e o TRE mandou o Processo voltar para Brumadinho. A mesma juíza condenou o vereador a pagar a multa para a Justiça Eleitoral. O Vereador Reinaldo Fernandes recorreu da decisão da 1ª instância (Brumadinho) ao TER e, no dia 12 de março, o Tribunal julgou o recurso e refez a sentença, por unanimidade dos votos dos juízes. O Tribunal aceitou os argumentos de Fernandes, concluindo ser “impossível presumir a ciência prévia do representado acerca da irregularidade da pesquisa eleitoral.” O ex-prefeito recorreu novamente e novamente perdeu. Mas não desistiu: recorreu de novo.
No dia 6 de maio, última quarta-feira, o Tribunal julgou o Recurso Especial do ex-prefeito Neném da ASA. O recurso não foi admitido.

PT de Brumadinho reúne filiados


O Partido dos Trabalhadores de Brumadinho reuniu filiados no último dia 26 de abril. O encontro discutiu sobre questões políticas do País e do Partido na cidade. Além de antigos militantes do Partido, participaram da atividade novos filiados e simpatizantes da sigla. Presentes também assessores da deputada estadual Marília Campos (PT) que contribuíram na discussão. Ao final, a direção partidária marcou novo encontro para o mês de maio.     

Nenhum comentário:

Postar um comentário