Busque em todo o blog do Jornal de fato

Entre em contato conosco: defatojornal@gmail.com / 99209-9899

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Edição 178 – Setembro 2015
Editorial
Construir 300 moradias

Dizem os antigos, e o jornalista Valdir de Castro, que de barriga de mulher e de urna eleitoral não se sabe nunca o que sairá. No primeiro caso, o ultrassom já resolveu. No segundo, a verdade continua. Mas de uma coisa podemos saber: o que fazer com R$ 180.000.000,00 (cento e oitenta milhões de reais) do Orçamento de Brumadinho para 2016... isso em plena crise. Passando a crise, voltando aos 220 milhões anuais, isso quer dizer em torno de 1 bilhão de reais em 4 anos.       
Construir e entregar, no mínimo, 300 casas e/ou apartamentos para a população de renda mais baixa. Se não conseguir fazer isso pelo Programa Minha Casa, Minha Vida, construir utilizando recursos do próprio Município. Ou construir 600, das duas formas. Isso é possível? Sim!
Se temos os recursos, do que precisamos então? Como diria Guimarães Rosa, falando da vida: “O que ela quer da gente é coragem.” Coragem, decisão política, inversão de prioridades, querer ajudar os que mais precisam da Prefeitura. É disso que precisamos, de alguém com coragem para fazer o que deve ser feito. O que não podemos é deixar essas centenas de famílias de Brumadinho na mesma situação em que se encontram desde 2009, quando foi criado o MC,MV: sem casa própria, pagando aluguéis caríssimos, sem perspectivas. 
Reinaldo Fernandes
Editor
Enquanto não construímos as casas, cuidemos de outra questão superimportante: o Dia do Professor, que comemoramos no dia 15 de outubro. Para esses, precisamos de flores, de bombons e de cartões. Um jantar dançante no Vereda Clube também seria legal. Mas precisamos mais! VALORIZAÇÃO: é disso que as professoras e os professores mais precisam: VALORIZAÇÃO. Oferecer Vale Cultura anual; implementar um PCCV que valorize a carreira; respeitar o Piso Nacional e pagar salário digno; oferecer consulta anual com fonoaudióloga; respeitar a Lei Federal nº 11.738/08, que garante um terço da carga horária para estudos e planejamento; ter coragem de implementar as Eleições Diretas para direção das escolas. Quando fizermos isso, estaremos, verdadeiramente, homenageando aquelas e aqueles que transformam vidas, os profissionais que possibilitam todas as outras profissões, gente que faz gente.
Parabéns, Professoras e Professores, pilares de qualquer sociedade que se queira civilizada! Parabéns e força! Muita força! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário