Busque em todo o blog do Jornal de fato

Entre em contato conosco: defatojornal@gmail.com / 99209-9899

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Edição 186 – Maio 2016
Eleições 2016
Ex-deputado Nárcio Rodrigues (PSDB), duas vezes entre os mais votados de Brumadinho, foi preso acusado de corrupção em esquema de R$ 14 milhões
Ex-deputado federal por cinco mandatos, ex-presidente do PSDB mineiro foi Secretário de Estado do ex-governador Anastasia (PSDB), Relator do Golpe de no Senado; amigo de Aécio Neves e Nenem da ASA, foi preso no dia 30 de maio e conduzido à penitenciária de Contagem

O ex-presidente do PSDB mineiro, de 2004 a 2007 e de 2009 a 2011, Nárcio Rodrigues, acaba de ser preso. Segundo o Ministério Público, a prisão de Nárcio Rodrigues é por conta de fraudes encontradas nas investigações em obras realizadas em Frutal, cidade natal do peessedebista. As obras realizadas durante a gestão dele como secretário foram auditadas em 2015 pela Controladoria-Geral de Minas Gerais, que apontou irregularidades. Ainda de acordo com o MP, os roubos ocorreram entre 2012 e 2014, durante o governo do também tucano Antônio Anastasia, atual senador pelo PSDB, e tinham como objetivo fraudar para levantar recursos para campanhas políticas.
A Operação Aequalis investiga o desvio de verba pública que deveria ser destinada à Fundação Hidroex, vinculada à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, entre 2012 e 2014. A fundação desenvolvia, em Frutal, cidade natal de Nárcio, um centro de pesquisas de recursos hídricos. A estimativa é que tenham sido desviados R$ 14 milhões. O dinheiro desviado teria sido usado em campanhas, como apontou o executivo português Firmino Rocha, em delação premiada. O delator aponta propina de R$ 1,5 mi ao ex-presidente do PSDB preso, Nárcio Rodrigues. Ainda segundo o executivo, a propina teve origem em contrato superfaturado de venda de equipamentos para o centro de pesquisa mineiro "Cidade das Águas", e parte foi remetida ao paraíso fiscal de Hong Kong em 2014.

Aécio Neves, Anastasia e a “honestidade” de Caio Nárcio Rodrigues

Nárcio Rodrigues (PSDB) foi Secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais durante o governo de Antônio Anastasia (PSDB), entre dezembro de 2010 e novembro de 2014. Nárcio pertence ao núcleo de Aécio Neves, presidente nacional do PSDB. Ele também é pai do deputado federal Caio Nárcio (PSDB-MG), que na votação pelo afastamento da presidenta Dilma Rousseff citou seu pai como exemplo de honestidade: “Por um Brasil aonde meu pai e meu avô diziam que decência e honestidade não era possibilidade, era obrigação. Por um Brasil aonde os brasileiros tenham decência e honestidade”, afirmou o parlamentar no último dia 17 de abril, com uma bandeira do país nas mãos.
Mas a prisão de seu pai prova que honestidade passa longe da família Rodrigues.
Nárcio Rodrigues (PSDB) foi chamado para prestar depoimento no Ministério Público do Estado, em Belo Horizonte, no dia 1º de junho, e não se defendeu das acusações.
Nárcio Rodrigues com aliados: senador e Presidente do PSDB
Nacional, Aécio Neves, um dos políticos
mais citados nas delações da Operação Lava Jato; e Anastasia,
também senador do PSDB e, ironicamente, relator do
Golpe de Estado contra Dilma Rousseff (PT) no Senado 


Nenem da Asa e Nárcio Rodrigues

Nenem da ASA é aliado do preso Nárcio Rodrigues (PSDB). Recentemente, a empresa ASA, de Nenem (PV) foi condenada por ter, oficialmente, doado ilegalmente R$ 160.000,00 (cento e sessenta mil reais) para a campanha do PSDB em 2014. Por causa dessa doação, Nenem da ASA (PV) ficou inelegível para as eleições desse ano e por mais oito anos e tenta reverter a decisão no TRE-MG, embora deva perder: o Parecer do Procurador Eleitoral do Ministério Público opinou pela manutenção da condenação.
Nenem da ASA (PV) é aliado da família do preso desde 2010, quando apoiou Nárcio Rodrigues para deputado federal. Em vídeo gravado em apoio à candidatura de Nárcio Rodrigues, Nenem da ASA (PV) enaltece o prisioneiro, dizendo: “Eu considero o Nárcio como um cidadão brumadinense. Estamos apoiando mesmo Nárcio Rodrigues.” No vídeo (disponível em https://www.youtube.com/watch?v=HzutUoha7O4) Nenem diz que “Nárcio Rodrigues tem nos ajudado na construção do novo hospital”. Até hoje o hospital está inacabado e se acabando no meio do mato, apesar da construtora, ligada à família de Nenem ter recebido quase R$ 9 milhões pela obra. Quase três mil brumadinenses (2.801) votaram em Nárcio Rodrigues (PSDB).
Nárcio recebeu também apoio financeiro de muitas pessoas e empresas para sua campanha eleitoral. Segundo o site “Os Donos do Congresso”, Nárcio arrecadou R$ 2.878.337,64. Ainda de acordo com o site, uma de suas doadoras foi Gislene Parreiras Zuza. Gislene Parreiras Zuza aparece na lista de doadores de Nárcio Rodrigues como quem doou R$ 200,00. Outros doadores foram Alcimar Barcelos, Ademir Fernandes Maciel, Horizontes Ltda, Cosme Jose da Silva, Edney Cândido Rodrigues e Cláudio Rodrigues Braga (conferir em: http://donosdocongresso.com.br/doadores/?donatario=30222290625&cargo=2&ano=2010).

Retribuições

Já em 2014, o ex-prefeito retribuiu Nárcio Rodrigues (PSDB) e apoiou seu filho, Caio Nárcio (PSDB).  Desta vez, 1.628 brumadinenses votaram em Caio Nárcio (PSDB).
Como numa grande amizade, Nárcio Rodrigues (PSDB) retribuiu o apoio de Nenem da ASA (PV), apoiando-o na reeleição em 2012. Em vídeo gravado para a campanha (disponível em https://www.youtube.com/watch?v=ERbRG5Xwq7c), Nárcio fala uma série de mentiras, e afirma que ajudou muito Brumadinho. Uma das mentiras diz respeito à água: “Graças à nossa ação, Brumadinho recebeu 100% de água tratada em Brumadinho”, o que ele chama de uma das “conquistas extraordinárias”.  Afirmando que aquela era uma conquista “extraordinária” era dele e de Nenem, disse: “Nenem tem o meu apoio!” No entanto, como se sabe, Brumadinho nunca teve água tratada para metade da população.

Nenem toma PSDB de Zé Paulo

Recentemente o PSDB de Brumadinho mudou de dono. O PSDB foi tomado do ex-secretário de Saúde José Paulo e agora seu presidente é o irmão de Nenem da Asa, Cid Barcelos. A lógica dos partidos de direita, praticamente de todos eles, é que o deputado majoritário, ou seja, o mais votado na cidade, seja o dono do partido. Zé Paulo e sua turma do PSDB apoiaram Toninho Pinheiro, do PP, e Neném apoiou Caio Nárcio, filho de Nárcio Rodrigues, do PSDB: nessa lógica, quem deve ser dono do PSDB em Brumadinho é Caio Nárcio, que entregou o Partido a Nenem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário