Busque em todo o blog do Jornal de fato

Entre em contato conosco: defatojornal@gmail.com / 99209-9899

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Edição 194  Janeiro 2017
Saúde
Síndrome de Burnout e esgotamento profissional
Sete dicas para vencer o estresse corporativo

Competitividade acirrada, metas cada vez maiores e mais rígidas, tempo escasso e cobrança excessiva fazem do mercado corporativo um negócio para o desenvolvimento das chamadas doenças emocionais. O estresse tem sido rotulado como o grande mal do século e crescendo o número de pessoas com a Síndrome de Burnout, conhecida pelo esgotamento profissional.
A chamada Síndrome de Burnout é definida por alguns autores como uma das consequências mais marcantes do estresse profissional, e se caracteriza por exaustão emocional, avaliação negativa de si mesmo, depressão e insensibilidade com relação a quase tudo e todos (até como defesa emocional). Enfim, a Síndrome de Burnout representa o quadro que poderíamos chamar "de saco cheio" ou "não aguento mais".
"A depressão é a doença número um esperada até 2030. Portanto, temos que prestar atenção aos sinais que nossas emoções estão nos apresentando", alerta a especialista Andrea Deis.
Profissionais das áreas de educação, saúde, assistência social, recursos humanos, agentes penitenciários, bombeiros, policiais e mulheres que enfrentam dupla jornada correm risco maior de desenvolver a síndrome.
Esta síndrome é o resultado do estresse emocional incrementado na interação com outras pessoas. Algo diferente do estresse genérico, a Síndrome de Burnout geralmente incorpora sentimentos de fracasso. Seus principais indicadores são: cansaço emocional, despersonalização, falta de realização pessoal, dores de cabeça, problemas digestivos, erupções cutâneas, resfriados constantes, alterações de apetite, fadiga, dificuldade de concentração, vazio mental, esquecimentos, frustração, agressividade e solidão.

Confira 7 dicas da especialista Andrea Deis para vencer o estresse e evitar o esgotamento profissional:

1 . Aprenda a administrar o seu tempo.
2 . Repense sobre seus valores e perceba como está lidando com eles.
3 . Estabeleça prioridades.
4 . Aprenda a lidar com o vício do sucesso.
5 . Ninguém está livre das frustrações. Aprenda a superá-las.
6 . É importante saber gerenciar os relacionamentos.

7 . Saiba administrar os conflitos e não somatizá-los.

Nenhum comentário:

Postar um comentário