Busque em todo o blog do Jornal de fato

Entre em contato conosco: defatojornal@gmail.com / 99209-9899

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Edição 199 – Junho 2017
Segunda edição do MECAInhotim traz atrações nacionais e internacionais
Festival terá três dias de duração, mantém programação diversa e tem presença de FatMonkey

O Inhotim recebe nos dias 07, 08 e 09 de julho a segunda edição do MECAInhotim, realizado em parceria com a plataforma MECA. O evento, que combina shows, palestras, workshops e performances, ganhou um dia a mais de programação neste ano. O diretor-executivo do Instituto, Antonio Grassi, afirma que a segunda edição está mais conectada com o Inhotim. “Para nós é importante, a partir do êxito da primeira edição, que, desta vez, a programação relacione-se ainda mais com o Instituto. Vamos oferecer, por exemplo, visitas especiais criadas exclusivamente para o público do MECAInhotim. É uma oportunidade para que todos conheçam mais o Instituto e sintam a experiência Inhotim, proporcionada pelos seus acervos de arte e botânica.”
Neste ano, o evento conta com apresentações de Jorge Ben Jor e Karol Conka, um dos destaques da nova cena musical do país. No line-up, também estão os Djs Joakim (França) e Pional (Espanha). Esses se apresentam no sábado, dia 8.

Em 2016, Caetano Veloso, Liniker, Jaloo e Mahmundi foram as principais atrações musicais do festival.
Os ingressos estão à venda no site do MECA (www.meca.love) e variam de R$ 40,00 (ingresso inteira, para a sexta, a partir de 17h) a R$ 390,00 (passaporte inteira antecipado para os três dias). O valor do passaporte muda de acordo com o lote.
Na sexta-feira, a entrada para o MECAInhotim começa às 17h. No sábado e no domingo, o público pode acessar o Inhotim a partir de 9h30.
Os ingressos estão à venda no site do MECA (www.meca.love).

FatMonkey conquista vaga


A organização do Festival abriu uma disputa para levar bandas ao evento. Em duas etapas, seria levada a banda mais votada. Na primeira etapa, seriam selecionadas as 10 bandas que recebessem mais votos; na segunda, uma única banda. E foi aí que a moçada do FatMonkey foi à luta! Como as pessoas poderiam votar mais de uma vez, todo dia, além de usar as redes sociais para pedir votos, a moçada – e os amigos da moçada da Fat – montou um verdadeiro quartel general: o último domingo de junho foi de tropeirão e voto. De terceiro lugar na primeira etapa, a FatMonkey foi pras cabeças e garantiu vaga no MECA.  
Cheios de alegria, os meninos da Fat (André Gomes, Leonardo Fernandes e Guilherme Barros) registraram em sua página no facebook:
“... faturamos nada mais nada menos que o BudMECAChallenge que nos deu vaga para tocar no MECA Inhotim.
É impossível não destacar a importância de cada um de vocês amigos. Vocês fizeram acontecer uma coisa que nunca tínhamos visto na nossa querida Brumadinho. Nunca vimos nossa cidade tão unida, e isso foi lindo demais. Pessoas do nosso convívio e até mesmo pessoas que nunca imaginaríamos estavam lá, sempre votando, no dia, na noite, na madrugada e compartilhando uma ideia que a primeiro momento era surreal. Uma banda desse tamanho vencer um desafio tão grande?
Não há nada mais gratificante do que durante a votação, as pessoas nos pararem na rua e dizer: "NÓS estamos na frente". O sentimento de pertencimento que cada pessoa achou na FatMonkey é sensacional. O termo "NÓS (FatMonkey)" deixou de referir ao Guilherme, André e Leonardo, e passou a referir a uma cidade inteira.

FatMonkey é Brumadinho, e BRUMADINHO É GIGANTE”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário