Busque em todo o blog do Jornal de fato

Entre em contato conosco: defatojornal@gmail.com / 99209-9899

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Edição 199 – Junho 2017
Vereador Xodó renuncia


O Vereador Vanderlei Rosa de Castro, o Xodó, está em seu terceiro mandato. Como no mandato anterior, ele trabalha o dia todo na Prefeitura como motorista, e não comparece à Câmara durante o dia, frequentando as sessões do Plenário. As sessões do Plenário acontecem apenas duas vezes por mês, e, dependendo da pauta, podem durar apenas uns 20 minutos.
Agora, Xodó “pediu pra sair”. O vereador era membro da Comissão de Fiscalização Financeira, Orçamentária e Administração Pública. No dia 21/06/2017, Xodó protocolou ofício para a Presidência da Câmara, comunicando sua renúncia da Comissão. Com a renúncia, Xodó só precisa ir mesmo à Câmara duas vezes por mês, nas segundas e quartas quintas feiras do mês. No decorrer do ano, são apenas 20 (sessões). Janeiro e segunda metade de julho são de recesso, e, historicamente, a Câmara fecha em meados de dezembro.
Com um salário de R$ 8.215,00 (oito mil, duzentos e quinze reais) por mês, mais 13º salário, Xodó vai faturar quase R$ 110.000,00 (cento e dez mil reais) para participar de 20 sessões, uma média de R$ 5.352,00 (cinco mil, trezentos e cinquenta e dois reais) por sessão. Embora, às vezes, dure de quinze a vinte minutos apenas, a sessão do plenário nunca pode durar mais de quatro horas, de acordo com o Regimento Interno que é escrito pelos próprios vereadores.
Além de quase 110 mil reais, Xodó ainda tem à sua disposição veículo, verba de gabinete, frigobar, computadores e centenas de cópias de xerox que pode fornecer a quem quiser, a qualquer eleitor. Além disso, Xodó – e os demais vereadores, claro – ainda pode empregar até 5 (cinco) assessores, que custam em torno de R$ 10.400,00 por mês, totalizando em torno de meio milhão (R$ 500.000,00) ao final do mandato.

Como ficam as comissões

Aceita a renúncia de Xodó, as Comissões Permanentes da Câmara Municipal de Brumadinho para o Exercício de 2.017 ficam compostas da seguinte forma:
Comissão de Constituição, Justiça e Legislação: Presidente: Vereador Antônio Sérgio dos Santos Vieira – PV; Vice-presidente: Vereador Maximiliano Franklin Maciel Figueiredo – PP; Membro efetivo: Vereador Vanilson dos Santos Porfírio – PR;
Comissão de Educação, Saúde, Promoção Social e Meio Ambiente: Presidente: Vereador Flávio Miranda Carvalho – PTC; Vice-presidente: Vereador Hideraldo Rogério Santana – PSC; Membro efetivo: Vereador Caio César de Assis Braga – PTB;
Comissão de Fiscalização Financeira, Orçamentária e Administração Pública: Presidente: Vereador Antônio Sérgio dos Santos Vieira – PV; Vice-presidente: Vereador Ivam Antônio Ferreira Egg – PR; Membro efetivo: Vereador José Raimundo da Silva – PTC;
Suplentes comuns às três comissões: Caio César de Assis Braga – PTB; Ivam Antônio Ferreira Egg – PR; José Raimundo da Silva – PTC;

Outros vereadores que não participam de comissões


Além de Xodó, não participam das Comissões Permanentes os vereadores Henerson Rodrigues, o Ninho (PP); José Metódio Dornas, o Juca Dornas (PV) e Bruno Fernandes. Todos os quatro precisam ir à Câmara apenas nas sessões do plenário para terem direito aos salários e a todos os outros benefícios. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário